As áreas de afinidade servem para definir possíveis cursos a serem seguidos na faculdade. Dessa forma, de acordo com testes vocacionais, existem seis tipos de perfis de pessoas, embora o seu criador reconheça que existem muito mais personalidades no mundo.

Assim, seguindo essa linha de afinidade, será mais fácil definir qual a melhor área para que você comece a sua carreira profissional.

Publicidade

Veja também o que é o Teste de Personalidade!

Quais as seis áreas de afinidade?

áreas de afinidade

O teste de personalidade vocacional apresenta seis áreas de afinidade como resultados principais. Assim, cada uma delas conta com uma série de profissões indicadas a serem seguidas.

Esse tipo de teste foi desenvolvido por John Holland e é bastante aplicado em diversos países do mundo. Dessa forma, os seis tipos de perfis são: prático, investigativo, artístico, social, empreendedor e convencional. Cada um deles seguindo suas características pré-definidas. Experimente o teste, é de graça.

Publicidade

Perfil prático

As pessoas com o perfil prático devem realizar atividades que envolvam máquinas ou ferramentas com destaque a atividades físicas. Dessa forma. esse tipo de personalidade busca ainda trabalhar ao ar livre.

Os práticos são considerados fazedores, ou seja, precisam participar da construção de novos itens. Assim, são ideias para trabalharem com mecânica ou com agronomia. Assim como atividades industrias, onde podem colocar a mão na massa.

Perfil investigativo

Pessoas que seguem o perfil investigativo são considerados pensadores. São ideias a áreas que envolvam pesquisas e buscas por novos conhecimentos.

Desse modo, esse perfil de pessoas geralmente é adequado a fim de lidar com novos conceitos e tecnologias. Podem ser bons professores, seguindo carreiras de matemática e física que envolvam cálculos ou até mesmo sociologia, a fim de investigarem traços da cultura humana.

Perfil artístico

São pessoas que procuram desenvolver atividades voltadas à arte, buscando novos designers, linguagens e expressões. São criadores que buscam trabalhar em locais que não seguem uma estrutura padrão.

Assim, onde podem desenvolver as suas próprias concepções e modificarem se acharem necessário. É interessante seguir carreiras voltadas ao teatro, a música ou também a literatura, onde podem viajar sem sair do lugar.

Perfil social

Os sociais buscam auxiliar outras pessoas. São ideais para trabalharem em ambientes corporativos, que sigam uma certa organização ocupacional e hierárquica.

O objetivo desse tipo de profissional é ajudar a melhorar a vida das outras pessoas. Algumas profissões adequadas que podem seguir indicam à educação, como professores, enfermaria ou também trabalhos sociais.

Perfil empreendedor

Os empreendedores procuram sempre posições de lideranças, assim, buscam persuadir outras pessoas a fim de atingirem seus objetivos.

Buscam empregos que possam oferecer essas condições necessárias, assim como tendem motivar quem está ao seu redor. Procuram comandar equipes, onde possam liderar projetos e tomarem as principais decisões. São advogados, políticos e também podem seguir outras carreiras que nem necessitam de uma faculdade.

Perfil convencional

Quem tem o perfil convencional adora trabalhar em locais bem estruturados, que sigam um padrão, onde possam executar as atividades com clareza e com resultados objetivos. Assim, são considerados bastante organizados, podendo gerenciar dados, informações e processos.

No entanto, não apresentam condições de liderança, sendo na maioria das vezes subordinados a outros cargos. Podem seguir carreiras que envolvam vendas, contabilidade ou administração.

Veja aqui como fazer o Teste Vocacional!

As seis áreas de afinidade
4 (80%) 1 voto[s]